Untitled - BB

Mar 5, 2013 - Twitter, do Instagram, do Tumblr e de todos os contatos virtuais que ...... franco- mineiro Maurício Gomes Leite: “O Mila- gre de Lourdes é um ...
16MB Sizes 8 Downloads 1324 Views
Ministério da Cultura apresenta Banco do Brasil apresenta e patrocina

3 201 L F M

#1 2

1

índice 04 Apresentação CCBB 05 Apresentação WSET 06 Sessões de Abertura 08 Números da MFL 10 Curadoria e Premiação 2013

RJ, SP e Brasília Homenagem a Carlos Alberto Prates 24 Apresentação, entrevista e sessões 54 Panoramas Livres 74 Longas Livres 88 Outro Olhar 106 Ser ou não ser Trash? 120 Cabine Livre Sessões Especiais 131 Pílulas 141 Mundo Livre 146 Mostrinha Livre 152 Sessão Fora do Eixo 153 Sexuada 155 Coisas Nossas 161 Olhos Livres 164 Circuito de Cineclubes

166 Debates Livres Extras no Rio de Janeiro 170 Sessão Curta Rio 173 Sessão Luccas Soares 176 Sessão Cavídeo 15 anos 177 Sessão Curta Criativo 180 Sessão Festival do Júri Popular 182 Sessão Cambralha 183 Sessão Ericson Pires 184 Sessão Fabio Carvalho 186 Oficina Livre RJ 187 Festa Livre Rio Extras em São Paulo 188 Sessão Curta Sampa 191 Oficina Livre SP 193 Festa Livre SP Extras em Brasília 194 Sessão Curta DF 196 Sessão Longa DF 197 Sessão Vídeo Ambiental 199 Oficina Livre DF 200 Festa Livre DF 201 Equipe MFL 2013 205 Índice Remissivo 207 Programação Geral da MFL 2013

3

CCBB

Banco do Brasil e Ministério da Cultura apresentam a Mostra do Filme Livre, evento que chega à 12a edição consolidado como uma das mostras pioneiras na exibição e na discussão de novas possibilidades estéticas para o audiovisual. Nos últimos anos, mostras e festivais de cinema têm oferecido espaço a uma cena plural, espalhada em todas as regiões do país. Um cenário que resulta do acesso maior aos equipamentos digitais e da democratização dos modos de produção/difusão da sétima arte no Brasil. Em 2013, a Mostra do Filme Livre exibe mais de 200 títulos, entre curtas, médias e longas- metragens, além das sessões especiais e a homenagem ao cineasta Carlos Alberto Prates Correia. E, pelo segundo ano consecutivo, o evento será realizado em Brasília, no Rio de Janeiro, em São Paulo e no circuito de cineclubes. Desde a sua primeira realização, o Centro Cultural Banco do Brasil recebe a Mostra do Filme Livre e oferece ao público uma oportunidade de ter contato com a inventividade e o vigor da atual produção contemporânea brasileira. Um estímulo para novos realizadores e para a formação de novos públicos para o cinema nacional.. Centro Cultural Banco do Brasil

4

wset Em busca de mais e melhores espaços! Câmeras mil, ideias aos milhares... Mais uma vez a MFL se apresenta a fim de chamar a atenção para questões de variados cunhos do estético ao comercial, do narrativo ao político. Por isso, ela nasceu e segue viva enquanto mostra de filmes soltos, escolhidos por uma atenta curadoria que assiste a todos os trabalhos inscritos - foram 742 em 2013! - e discute sobre eles. Os curadores também têm a tarefa de destacar algumas obras com o troféu Filme Livre. Nesta edição, foram premiados sete curtas e um longa. Desde o surgimento das MiniDVs e dos HDs, a graça vem sendo não ter, mas usar - e, em alguns casos, ser - várias câmeras. Elas aparecem não apenas nas mãos, mas por todo o corpo e/ ou fora dele. Na cabeça, em vez de uma, várias ideias, deixando de lado o pensamento solitário e valorizando o que é plural. Para o cinema de hoje, é fundamental ampliar a gama de telas pequenas e grandes, dando oportunidade a produções que queiram fugir do lugar-comum e lutar contra o mercado de entretenimento que, muitas vezes, valoriza o banal e o medíocre, pensando somente no lucro e contri-

buindo para a alienação popular, que tanto mal faz ao mundo. Por isso, é importante dar destaque aos filmes livres e garantir que tenham espaço maior e melhor, seja onde for. Mas, já que falar não tem dado resultado nesse sentido, o jeito é gritar, seja usando a voz ou por meio de textos como este. Atualmente, o mais incrível e instigante do nosso audiovisual, que reúne curtas, médias e longas feitos por gente de todo o Brasil, não cabe nem quer estar nos cinemas de shopping ou canais de te